Explore novas formas de comunicação pedagógica: 7 ferramentas para por em prática

por | 27 mar, 2020

Leitura: 5 minutos 

Mudanças batem à porta e a solução não é tão difícil quanto parece. 

Estamos sempre comentando sobre a velocidade com que as coisas mudam e de como as tecnologias avançam, mas poucas coisas são tão catalisadoras de mudanças drásticas quanto a necessidade – principalmente a repentina. Ninguém imaginou que o início de 2020 seria o que está sendo, e de repente precisamos manter isolamento social para evitar que um vírus de alto contágio consiga fazer estragos ainda maiores. Como manter nossas atividades cotidianas e respeitar o isolamento ao mesmo tempo? Lembrando de que chegamos a um novo lugar.

 

Um novo lugar exige de nós, no mínimo, capacidades  como, resiliência, adaptação e criatividade, e a criatividade é a mãe da transformação. É necessário, mais do que nunca, entendermos que a tecnologia, quando bem utilizada, passa de inimiga para melhor amiga. É através dela que conseguimos trabalhar e nos comunicar nesse novo lugar em que estamos agora, e mesmo que tudo “volte ao normal” em pouco tempo, nos transformaremos no caminho e aprenderemos outras maneiras importantes de fazer essas atividades. É realmente fazer uso das habilidades socioemocionais.

 

Pensando nisso e com o intuito de facilitar para todos, montamos esse guia com algumas das melhores ferramentas de comunicação e comunicação pedagógica disponíveis na internet.

 

 

Google Classroom

A plataforma da Google permite a criação de salas de aula virtuais. Por meio dessas salas, os professores e estudantes podem seguir uma rotina convencional de sala de aula, podendo ministrar aulas, estudar e fazer provas.

 

Gratuito e fácil de utilizar, para acessar ou criar uma sala de aula basta ter uma conta do Google, baixar o aplicativo e fazer o login. Sim, qualquer usuário Google pode fazer o uso dessa ferramenta e caso o professor seja associado a alguma instituição, é só associar a sala de aula virtual com o perfil profissional da escola através do G Suite for Education.

Dois de nossos colégios parceiros, Mopi e Liessin, já estão fazendo uso dessa ferramenta no dia a dia e colhendo bons resultados.

Microsoft Teams

Desenvolvido para facilitar a comunicação e a colaboração entre pessoas e equipes, muitas empresas já consideram que seja uma plataforma chave para o bom desenvolvimento de um negócio.


Trata-se de uma grande e organizada sala de bate papo, que permite gerenciar muitas conversas em um único ambiente. Assim como os diferentes ramos e setores de uma empresa podem estar todos conectados ali, as salas de aula de uma escola e/ou as diferentes disciplinas estudadas por cada turma também podem. Como está acoplada ao pacote Office, essa facilidade conversa muito bem com os outros aplicativos do pacote, facilitando o trabalho colaborativo e o compartilhamento de arquivos.

Nosso parceiro Colégio pH utiliza essa ferramenta com suas turmas de ensino fundamental.

Plurall 

Utilizado pelo grupo Somos Educação, o Plurall é um ambiente virtual de aprendizagem que pode ser acessado por professores, alunos, responsáveis e coordenadores. A ferramenta disponibiliza listas de exercícios e vídeos para apoiar a realização das tarefas, além de contar com tutores disponíveis para tirar dúvidas. O corpo docente da escola e os responsáveis pelo aluno ainda têm acesso a relatórios de desempenho que acompanham o progresso do aluno na plataforma.

 

Nesse momento tão expressivo, a plataforma tem se colocado ainda mais como aliada das escolas na garantia do exercício das atividades letivas. A nova modalidade Plurall Maestro tem integração com o Google Hangouts, facilitando a comunicação direta.

 

Nosso parceiro Colégio pH é integrante do grupo Somos, e utiliza a ferramenta Plurall com suas turmas de ensino médio. 

 

Mentor Web

 

Mais específico, o Mentor Web é na verdade um sistema de gestão acadêmica completo – mas está nessa lista por contar com a funcionalidade da transmissão de aulas ao vivo. Nossos parceiros do Colégio Anglo Ubatuba nos relataram estarem tendo uma experiência positiva com o formato de aulas digitais através da plataforma durante esse período de isolamento.

 

Facebook Workplace

Contando com a interface da já muito conhecida e utilizada rede social, a ferramenta é sua versão voltada para o mundo corporativo, que também pode ser utilizada para o âmbito pedagógico. O Workplace permite a criação de uma conta separada da conta pessoal do Facebook, para ser utilizada justamente para interagir com os colegas de trabalho – neste caso, alunos e professores.

 

A rede oferece os recursos padrões do facebook, como chat, feed de notícias e notificações, mas tudo isso voltado para a função específica. É mais um grande aliado da comunicação interna, facilitando o trabalho remoto ainda mais nesse período em que ele é obrigatório.

 

Zoom

Mais simples do que as ferramentas que citamos até agora, esta funciona com o intuito específico de realizar videoconferências e webinários. Facilmente acessada via navegador de qualquer dispositivo, suporta reuniões com até 500 pessoas por sala em sua versão paga. A versão gratuita limita as reuniões a um número pequeno de participantes e cada chamada possui o tempo limite de 40 minutos – mas o número de chamadas feitas é ilimitado.

 

Streamyard

 Essa também é uma ferramenta de streaming de vídeo, sem  o limite de 500 pessoas por conferência, sendo uma alternativa para instituições que precisem dar aulas para um grande número de alunos.