Lendo para refletir

por | 28 fev, 2020

Leitura: 6 minutos 

Uma lista de indicações de livros para estimular o desenvolvimento integral do indivíduo. 

O contato com a arte sempre tem a capacidade de expandir nossos horizontes. Quando nos propomos a analisar ou até a simplesmente sentir o que uma obra de arte tem para nos entregar, podemos sair mudados da experiência – sempre com alguma bagagem a mais.

Pensando nisso, resolvemos trazer hoje uma pequena lista de livros que podem ser trabalhados em diferentes idades e com diferentes objetivos, refletindo sempre dentro das competências do século XXI. Trabalhar com a ideia de debater essas obras dentro da escola, em turma, é maravilhoso – mas deixamos as sugestões livres para serem seguidas individualmente também!

 

Flicts

O famoso livro de Ziraldo foi publicado em 1969 e continua fazendo parte de gerações de infâncias. É justamente através da narrativa simples que ele encanta as crianças, que se divertem ao falar das cores, tentar encontrá-las ao seu redor e descobrir qual cor, afinal, é Flicts. A história da cor diferente que não se encaixa no arco-íris ainda cumpre seu papel de fazer as crianças pensarem sobre o que é ser diferente e sobre como podemos lidar melhor com as diferenças.

 

Manu, a menina que sabia ouvir

Nesta obra menos conhecida de Michael Ende (sim! O autor de A história sem fim) as crianças têm a oportunidade de conhecer Manu, uma menina “sem grandes qualidades especiais” que descobre que consegue fazer muito bem às pessoas parando para escutá-las. Manu ouvia de um jeito que ninguém mais ouvia, e só de estar ali, ouvindo, as pessoas se sentiam compreendidas, tinham ideias mirabolantes e saíam por aí mudando o mundo. Em uma sociedade onde um quer gritar mais alto que o outro, lembrar que ouvir é 50% da comunicação é muito importante.

 

 

Tenho monstros na barriga

A escritora Tonia Casarin é mestre em educação e apaixonada por crianças e sentimentos. Neste livro e em sua continuação Tenho mais monstros na barriga ela nos apresenta Marcelo, um menininho que sente muitas “coisas” em sua barriga e não sabe como explicá-las. Essas “coisas” são os sentimentos, e ao longo das páginas ele vai aprendendo um pouco sobre cada um deles. O livro ainda tem espaços de interatividade após cada sentimento ser revelado, o que é uma excelente oportunidade para professores e pais trabalharem ainda mais essas questões com as crianças.

Longe é um lugar que não existe

Como trabalhar o tema da saudade com crianças? Esse pequeno livro de Richard Bach pode não ter sido necessariamente escrito para crianças, mas a história do menino que faz uma viagem de carona com vários pássaros para chegar a tempo do aniversário de sua melhor amiga. Cada pássaro que ele encontra no caminho se dispõe a conversar com ele sobre o fato de ele estar indo até a amiga – se você quer estar com alguém, já não está? Uma belíssima conversa sobre sentimentos que podem às vezes, nos incomodar, pode fazer com que as crianças abram seus corações e pensem sobre o assunto.

 

Luna Clara e Apolo Onze

Esse livro entrega tanto que é até difícil enquadrá-lo em alguma coisa, mas as crianças e adolescentes certamente podem passar bons momentos acompanhando a vida de Luna Clara, onde coisas não aconteciam e começaram a acontecer de repente. Durante a leitura você segue também a jornada de Aventura e Doravante, os pais da protagonista, que se separaram sem querer no dia em que ela nasceu – e desde então vivem se procurando. Já se passaram 11 anos! Doravante percorre o mundo atrás da família, e ficou tão triste que uma nuvem de chuva o acompanha insistentemente (eis aqui outro ótimo tópico para conversar sobre sentimentos). A família de Apolo Onze, por outro lado, está há 11 anos fazendo festa para comemorar seu nascimento. A história dessas duas crianças obviamente vai se cruzar, com mais um monte de personagens divertidos em volta e acreditem: todos tem muito a entregar.

 

 

A parte que falta

Será que precisamos estar sempre procurando o que, afinal, vai nos preencher e trazer felicidade? Resposta: não, não precisamos – mas tampouco sabemos disso, e é exatamente por isso que o livro de Shel Silverstein se tornou um sucesso entre crianças e adultos. Nele, o personagem principal segue insistentemente pela vida procurando a parte que lhe falta para finalmente ser completo e feliz. Será que ele acha essa parte? O que acontece quando ele acha?

Desventuras em Série

A princípio os treze livros tristes que contam da vida dos irmãos Baudelaire após o incêndio que matou seus pais podem parecer um tanto macabros – mas acreditem, além de fazer os pré-adolescentes e adolescentes darem boas risadas, a saga de Lemony Snicket deixa lições de resiliência, relacionamento com os pares, comunicação e criatividade.

Quarto de Despejo

O livro-diário de Carolina Maria de Jesus começou recentemente a ser adotado nas provas de vestibular de algumas universidades federais brasileiras e é maravilhoso que finalmente estejam entendendo sua grandiosa importância. Nesse diário pouco editado, Carolina conta de seu dia a dia como uma mulher negra, moradora de comunidade, catadora de papel e mãe. Ela vive um dia sem saber se no seguinte vai conseguir colocar comida na mesa. Olhar para fora do próprio umbigo e compreender o mundo que nos rodeia é uma competência extremamente importante de ser desenvolvida nas nossas crianças e jovens e esse livro pode ajudar os adolescentes a refletirem sobre o assunto.

contatos

contato@voaed.com

enviar mensagem pelo whatsapp +55 21 99879-8916

Instituto Gênesis - Incubadora de Empresas PUC-Rio

R. Marquês de São Vicente, 225 | Edifício Dom Jaime de Barros Câmara
Gávea | Rio de Janeiro RJ Brasil | CEP 22451-900

nossos parceiros

VOA educação © 2019 todos os direitos reservados   .   política de privacidade